Início / Empreendedorismo

Black Friday 2023: como se preparar para a maior data do ano

Duas mulheres ptreas, uma com black power, outra com o cabelo raspado e cinza, mexem em um tablet. Elas estão dentro de uma sala que remete a um espaço de estoque. A ideia da imagem é reforçar a organização necessária durante a Black Friday.

Tradição norte-americana, há alguns anos a Black Friday vem se consolidando como uma das principais datas de comércio do calendário brasileiro. Mais do que apenas uma ocasião para queima de estoque, o evento transformou novembro em um mês inteiro de vendas, abrindo oportunidades para varejistas de todos os tamanhos. 

Mas para conseguir faturar bem durante a Black Friday, é preciso se preparar bastante. Afinal de contas, é um dia disputado por inúmeras lojas, em que há enorme demanda dos consumidores, além de um grande potencial em termos de números de pedidos. É um trabalho de meses, para o qual talvez você já deva começar a se preparar agora. 

Calma, que dá para fazer tudo com tempo. Neste texto, vamos explicar o que é Black Friday, quando ela acontece em 2023, quais devem ser os itens mais procurados pelo público brasileiro e também o que fazer (e o que não fazer) para preparar sua loja virtual para essa data tão importante do comércio. Preste atenção que vai dar tudo certo! 

O que é a Black Friday? 

Criada nos anos 1960, nos EUA, a Black Friday surgiu como uma data de queima de estoque. É algo que tem a ver com a origem do nome dessa data: por lá, ter um relatório financeiro em “black” (preto) é o mesmo que falar que as contas estão “no azul” aqui no Brasil, de maneira que a liquidação ajudaria as lojas a reduzir seus prejuízos com itens encalhados. 

Nos primeiros anos, as grandes lojas realizavam promoções por 24 horas, a partir da meia noite, na sexta-feira após o Dia de Ação de Graças (normalmente comemorado na quarta quinta-feira de novembro). No entanto, com o passar do tempo, esse período se estendeu para toda uma semana de preços baixos. Há até datas específicas para alguns setores – caso da Cyber Monday, com promoções de eletrônicos e itens de games e informática na segunda-feira subsequente à Black Friday. 

Aos poucos, a Black Friday também passou a ser adotada em diversos países, inclusive aqui no Brasil. Para muitos varejistas, mais do que apenas uma queima de estoque, a Black Friday também passou a ser uma oportunidade de antecipar vendas do Natal – o que fez a data se popularizar entre os brasileiros, uma vez que ocorre dias após o pagamento da primeira parcela do 13º salário. É uma chance de ouro para o varejo.

Quando vai ser a Black Friday 2023? 

Em 2023, a Black Friday está marcada para o dia 24 de novembro. No entanto, as vendas desse períod não estão limitadas a apenas um dia, podendo se estender para vários intervalos. Anote aí também as datas dos outros eventos: 

  • Black Weekend: de 24 de novembro (Black Friday) a 26 de novembro (domingo). 
  • Black Week: do dia 19 de novembro (segunda-feira) até a Black Friday, no dia 24 de novembro. 
  • Black November: o mês de novembro
  • Cyber Monday: 27 de novembro 

Quais serão os produtos mais buscados na Black Friday 2023? 

Como ainda estamos a alguns meses da data da Black Friday 2023, descobrir quais são os produtos mais buscados pode ser um exercício digno de bola de cristal. No entanto, olhar para a lista de itens mais buscados pelas pessoas nos últimos anos pode ajudar sua loja a se preparar para essa data. Em 2022, por exemplo, itens como fritadeiras elétricas (air fryer), máquinas de café e televisores se destacaram entre os mais desejados. 

Vale a pena também ficar atento para listas de desejos divulgadas por consultorias e também pelo Google – todos os anos, a gigante de buscas publica um relatório com os itens mais procurados. Em 2022, categorias como consoles de videogame, celulares e TVs estavam entre os desejos de pelo menos 80% dos consumidores e consumidoras brasileiros. 

Se o seu negócio não trabalha com nenhuma dessas linhas, não tem problema: você sempre pode usar a criatividade para engajar e atrair a clientela – e vamos falar mais sobre isso nos próximos parágrafos. 

Por que a Black Friday é tão importante para o varejo? 

Desde sua primeira edição brasileira, em 2010 a Black Friday foi se tornando uma data cada vez mais relevante para o varejo – a ponto de se tornar a maior ocasião de vendas do calendário anual do comércio, acima de datas tradicionais como Dia das Mães, Dia dos Pais e Natal. Há motivos para isso acontecer: boas promoções, a possibilidade de adiantar compras de Natal e também o fato de que muita gente está com os bolsos cheios, ao receber a primeira parcela do décimo terceiro salário. 

Em 2021, por exemplo, a data bateu recorde de faturamento, com R$ 7,9 bilhões em produtos vendidos, de acordo com os dados da consultoria Neotrust. Em 2022, o faturamento total foi de R$ 6,1 bilhões, em uma queda afetada pela proximidade da Black Friday com as eleições e com a Copa do Mundo, eventos que mexeram com o bolso dos brasileiros. 

Ainda assim, foi uma data super relevante para o varejo brasileiro – que não só queima estoques de produtos que não atraíram as pessoas durante o ano, mas também costuma reforçar os armazéns com itens mais buscados. Veja, nos próximos parágrafos, como se preparar para fazer sua loja se destacar nessa data tão importante. 

Veja dicas para preparar sua loja para a Black Friday

Uma mulher preta, de cabelos encaracolado em tom dourado, veste uma camisa laranja e uma calça branca. Ela está em uma loja de roupas, da qual é proprietária. E na imagem, ela faz anotações em uma caixa, enquanto segura uma tabela de informações. O conceito da imagem traz a ideia de que durante a Black Friday, a atenção aos detalhes deve ser redobrada.

Sabe quando você vai receber uma visita em casa e deixa tudo arrumado antes da pessoa chegar? Sua loja na Black Friday tem que ser tratada do mesmo jeito: afinal de contas, muitas pessoas – entre clientes fiéis e consumidores em potencial – vão passar pelos seus produtos durante essa data de promoções. É importante ter tudo preparado para não perder nenhuma oportunidade de venda. 

Se a sua loja é online, isso significa começar pela preparação do site. Se ele estiver lento ou demorar para carregar, muitas pessoas podem desistir da compra em poucos segundos. Duvida? Um estudo feito pela Sofist mostra que o varejo online brasileiro perdeu R$ 8,1 milhões nas primeiras 12 horas da Black Friday de 2021, só por conta de páginas que não carregavam direito ou estavam sobrecarregadas. 

Mas essa não é a única preparação necessária, em uma lista cheia de itens que você pode adotar como checklist aqui embaixo: 

  • Treinar o time;
  • Preparar estoque;
  • Planejar campanha de divulgação;
  • Considerar canais de marketing como mídia paga, redes sociais e influencers;
  • Analisar movimento da concorrência; 
  • Oferecer varios meios de pagamento;
  • Organizar financeiro para evitar promoções exageradas;
  • Criar listas de favoritos para clientes se anteciparem às promoções; 
  • Usar criatividade em ofertas
  • Selecionar produtos mais desejados para atrair clientes; 
  • Criar senso de urgência nas ofertas (colocando, por exemplo, contador de tempo no site); 
  • Monitorar seu desempenho;
  • Respeitar prazos de entrega;
  • Pensar em promoções pós-Black Friday, se necessário.

Além disso, há ainda uma lista de coisas que você não deve fazer na hora de se preparar para a Black Friday. Vamos a ela? 

Saiba o que não fazer durante a Black Friday 2023

Muita gente, quando pensa em Black Friday, acaba pensando também na expressão “Black Fraude”. Não é à toa: nos primeiros anos, não foram poucas as lojas que tentaram enganar clientes oferecendo promoções falsas com “tudo pela metade do dobro”. Fazer promoções falsas e tentar ludibriar sua clientela não é só péssimo para a sua marca, mas também pode até gerar processos na Justiça pelo Código de Defesa do Consumidor, então tome cuidado. 

Além disso, há outras coisas que você não pode fazer durante a Black Friday: 

  • Deixar seu estoque acabar antes do fim das promoções;
  • Ter um estoque desorganizado e perder oportunidades de venda; 
  • Deixar tudo para a última hora e não vender direito; 
  • Não ter logística preparada para fazer as entregas e atrasar tudo.

Para os primeiros itens, organização e preparação prévias podem ajudar muito. Já no caso da logística, você pode contar com a gente para que seus produtos cheguem em todo o Brasil. Que tal começar agora?

Loggi
A equipe de redação do blog Loggi é um time dinâmico que explora os meandros da logística, e-commerce e gestão. Com habilidades diversas, cada escritor contribui para contar histórias envolventes sobre transporte, inovação e estratégias empresariais. Juntos, compartilhamos a visão da Loggi de transformar a experiência logística no Brasil.
Compartilhar: