Início / E-commerce

Como criar um logo para o seu negócio

Mão desenhando um esboço de logotipo

Para quem já está há algum tempo vendendo seus produtos, não é difícil saber a importância de uma boa marca. No entanto, há tarefas importantes que podem amplificar ainda mais o seu negócio – e uma delas é criar um logo para a sua marca. 

Capaz de transmitir a identidade do seu negócio – da mesma forma que grandes empresas como Coca-Cola, Nike e Apple – o logo pode se transformar não só na representação da sua empresa, mas, também, em um objeto de desejo. 

Neste texto, vamos falar sobre como criar um logo e em que sites você pode encontrar serviços gratuitos para isso. 

Além disso, vamos falar sobre cores e fontes e como elas influenciam na percepção da sua audiência sobre a sua empresa. Vamos lá?

O que é um logotipo? 

Um logotipo (logo) é um elemento de design gráfico que pode ter nome, símbolo, imagens e marcas representando uma empresa ou produto.

Ter um logo que represente a identidade e os valores da sua marca é uma forma de se destacar e diferenciar e ter um diferencial perante a concorrência.

A seguir, veja um passo a passo para você criar um logo ideal para o seu negócio:

1. Busque referências

Para começar a criar um logo marcante, é interessante fazer uma pesquisa extensa buscando referências. Vale a pena pensar não apenas em exemplos do seu setor, mas também em ideias que podem vir de outros setores – como letreiros de filmes, bandas ou até mesmo das artes plásticas. 

Outra forma interessante para considerar na construção da identidade visual da sua marca, é entender o processo de criação de logotipos de grandes empresas e sua evolução ao longo dos últimos anos. 

2. Prefira a simplicidade

Logotipos muito elaborados, além de serem mais complexos para desenvolver, talvez não sejam exatamente lembrados pelas pessoas. Mais importante do que algo elaborado é pensar que você precisa passar a mensagem correta para o seu público-alvo. 

3. Aposte em um logo memorável

Um logo eficaz é aquele que, quando você vê, consegue rapidamente saber qual é aquela marca. É o caso do sinal da Nike, da maçã mordida da Apple ou da sereia da Starbucks, por exemplo. 

Por isso, o seu logo deve ser fácil de entender e de memorizar. Lembre-se que, em muitos casos, nas redes sociais ou na rua, quem vê sua marca terá poucos segundos (se não menos!) para entender que o seu negócio está presente ali. 

4. Evite a sazonalidade

Além de simples e memorável, é importante criar um logo que seja imune ao tempo. Pense, por exemplo, em elementos que remetem menos à moda dos dias de hoje e mais em ideias que sejam universais

Um bom exemplo de logo universal – mesmo que a empresa tenha mudado – é o da Kodak: em vez de estar associado a filmes para fotografia, o logo da empresa usa o formato de um K para descrever como uma câmera registra imagens. 

É algo que não mudou hoje com a fotografia digital (e nem mudará no futuro, mesmo que a Kodak não venda mais tantos filmes assim). Interessante, não? 

5. Prefira um logo adaptável

Isso significa que o seu logotipo deve funcionar em diferentes situações, variando em uma infinidade de aspectos. Por isso, certifique-se que pontos importantes, como os listados abaixo, estão sendo mapeados na sua ideia:

  • Formatos: o logo deve ser aplicável tanto em um formato impresso como digital; 
  • Materiais diferentes: deve ser possível identificá-lo em impressões em papel, tecido, plástico etc;
  • Resolução: um logo precisa ter versão quadrada, horizontal e vertical, para ser adaptado em cada rede social que você utilizará.

Assim, é importante que, antes de finalizar o logo, você se faça algumas perguntas: 

O logo pode ser estampado em uma cor só? Em duas?  Ele é simples o suficiente para ser impresso em variados tipos de materiais? Ele funciona em vários tamanhos (de uma etiqueta até um caixa grande)? 

6. Torne o design apropriado

Além do seu logo ter todas as características já abordadas acima, é importante que ele funcione bem no mercado em que estiver inserido.

Por exemplo, o logo do Google, supercolorido, funciona para uma empresa de tecnologia. Mas talvez ele não seja adequado para uma empresa de segurança, por exemplo. 

Além das cores, as fontes utilizadas também podem mudar a maneira como a sua mensagem é passada.

7. Escolha a tipografia ideal

No que diz respeito às fontes, há diferentes aspectos a se considerar.

O mais importante é saber que, caso tenha algo escrito no seu logo, é primordial estar legível. Ao escolher uma fonte, observe a presença das serifas – aquelas “perninhas” que deixam as fontes mais ou menos desenhadas – e opte pelo simples.

8. Combine as cores

No que diz respeito às cores, existem algumas características clássicas de cada cor que muitas marcas utilizam. E, também, combinações de cores que também são bastante populares. 

A seguir, você entenderá um pouco mais sobre o significado de algumas das principais cores:

  • Amarelo: otimista, evidente, caloroso
  • Laranja: amigável, alegre e convicto; 
  • Vermelho: empolgado, jovem e ousado;
  • Violeta: criativo, fantasioso e sábio; 
  • Azul: confiável, autêntico e forte; 
  • Verde: pacífico, sustentável e saudável; 
  • Cinza/preto/branco: equilibrado, neutro e calmo. 

Sites para criar logo: lista de ferramentas

Ao final de tudo, você deve estar se imaginando como pode criar um logo para seu negócio. Muitas empresas, nessa hora, optam por contratar um designer ou profissionais especializados para fazer isso.

No entanto, se você está começando seu negócio ou não tem os recursos necessários, pode utilizar ferramentas gratuitas para isso.

Confira uma lista de sites e aplicativos que você pode usar para criar seu logo:

Tudo certo para criar o seu logotipo?

Esperamos que, ao final deste texto, você tenha compreendido a importância de criar um logo para o seu negócio e consiga colocar em prática da melhor forma. Agora, basta aplicá-lo nas suas estratégias de marketing. 

E lembre-se, se precisar de ajuda com logística, envie com a Loggi. Bom trabalho!

Loggi
A equipe de redação do blog Loggi é um time dinâmico que explora os meandros da logística, e-commerce e gestão. Com habilidades diversas, cada escritor contribui para contar histórias envolventes sobre transporte, inovação e estratégias empresariais. Juntos, compartilhamos a visão da Loggi de transformar a experiência logística no Brasil.
Compartilhar: