Início / Gestão

Order bump: como ampliar as vendas da loja online

Uma mulher branca, de cabelos cacheados castanho-escuro com mechas claras, está sentada numa mesa, de frente para seu notebook. Ela usa uma camisa aberta branca, e uma blusa preta. A sala em que ela está simboliza uma casa, decorada com plantas, itens de madeira e tons luminosos. A imagem faz alusão a uma pessoa empreendedora que usa a técnica de order bump

Quem vende pela internet está sempre pensando em novas formas de aumentar seus lucros, não é? Pois bem: uma das técnicas mais interessantes para fazer isso nos últimos tempos é o chamado “order bump”

E neste texto vamos explicar como essa técnica funciona, como ela pode ser implementada na sua loja online, e como você pode utilizá-la nas suas vendas por aplicativos ou redes sociais. Vamos lá? 

Seções:

  • O que é order bump?
  • Por que aplicar order bump?
  • Qual a diferença entre order bump, upsell e downsell? 
  • Quais as vantagens de implementar o order bump? 
  • Como aplicar o order bump? 

O que é order bump? 

Antes de tudo, é importante entender o que é “order bump”, que em português significa nada mais que “aumento de pedidos”. E é justamente isso que essa técnica faz. No e-commerce, o order bump é uma ferramenta que existe para oferecer um produto complementar ao cliente, quando ele está na etapa de pagamento no site. 

É uma estratégia muito popular, usada por quem empreende para aumentar o tíquete médio de uma compra – isto é, o valor que o consumidor vai gastar naquele pedido. 

O funcionamento é simples: quando a pessoa estiver pagando pelo item que incluiu no carrinho de compras, uma sugestão vai aparecer na tela sugerindo outro produto que complementa o que essa pessoa já está comprando. Um bom exemplo é oferecer molho de tomate pronto na compra de macarrão. 

Essa técnica é bastante antiga – quantas vezes, por exemplo, você já foi a uma hamburgueria e recebeu aquela pergunta de “batata e refrigerante acompanha?” após escolher seu lanche. Eventualmente, essa sugestão de produtos pode até trazer algum desconto embutido para clientes. 

A grande graça do order bump é sugerir produtos já no ato da compra, sem que seus clientes precisem necessariamente começar uma nova compra ou inserir dados novos na página de checkout. Aliás, isso é extremamente importante: quanto mais suave for o processo de sugestão, maior é a chance de quem está comprando não desistir da compra e até aumentar o pedido. 

Por que aplicar o order bump? 

Essa é uma ferramenta importantíssima dentro do e-commerce para chamar a atenção dos consumidores. É uma forma de oferecer uma vantagem para quem está comprando, ao mesmo tempo, em que aumenta a chance de você faturar mais. 

No entanto, como toda comunicação feita com clientes, essa tática precisa de muito cuidado. É preciso entender quem é o seu público-alvo e como ele pode reagir a essas ofertas. Se você entender que o order bump vai mais chateá-los que motivá-los, talvez seja melhor não usar a técnica.

Qual a diferença entre order bump, upsell e downsell? 

O order bump é apenas uma de várias técnicas de vendas utilizadas tanto no varejo físico quanto em lojas online – e ele é constantemente confundido com outras duas técnicas bem populares, o “upsell” e o “downsell“. 

Apesar de cada uma delas contribuírem para aumento das vendas, todas têm suas particularidades. Entenda as diferenças:

  • order bump: visa oferecer um produto que agrega à compra, complementando o pedido. (como a batata frita que acompanha o hambúrguer);
  • upsell: tem foco em oferecer a quem compra um produto de melhor qualidade e maior preço (venda “para cima”, como sugerir um hambúrguer de picanha em vez de carne comum); 
  • downsell: muito usado em casos de objeção de compra por conta do preço, o downsell consiste em oferecer uma opção de menor valor a quem está comprando (sugerindo um hambúrguer de frango, por exemplo, no lugar de hambúrguer comum). 

Quais as vantagens de implementar o order bump? 

Existem diversas vantagens de se implementar o order bump dentro da sua loja online. Vamos citar algumas das principais nos próximos parágrafos. 

Queda do Custo de Aquisição de Clientes (CAC)

Quem trabalha com e-commerce sabe que adquirir novos clientes para uma loja online não é algo que acontece de graça. Afinal de contas, ferramentas como redes sociais, anúncios pagos e marketing digital, usados para atrair novas pessoas, custam tempo e dinheiro. Assim, se você consegue fazer com que as pessoas gastem mais, essa importante métrica cai. 

Fidelização de clientes

Em muitos casos, as promoções e descontos oferecidas no order bump chamam tanto a atenção de clientes que eles acabam decidindo voltar mais vezes à sua loja. No entanto, é preciso prestar atenção para que essas promoções exclusivas não criem prejuízos no caixa!  

Aumento do LTV

Outra métrica importante do e-commerce é o chamado Lifetime Value (LTV), o valor que cada cliente gera de receita para o seu negócio no longo prazo – ou seja, o quanto cada pessoa na loja enquanto consome ali. Com o order bump, o valor do LTV de cada cliente aumenta. 

Melhora na experiência de compra

Em muitos casos, os produtos oferecidos no order bump são itens que as pessoas já procuravam – e nem sabiam que estavam procurando. Assim, oferecê-los aos clientes, desde que com parcimônia, pode trazer uma melhora na experiência de compra das pessoas. 

Como aplicar o order bump? 

Uma das principais vantagens do order bump é que essa técnica de vendas pode ser usada em qualquer etapa do fluxo de compra – ou seja, vale tanto para o carrinho de compras ou na parte de pagamento. 

Além disso, outro benefício dessa tática é que nada impede as pessoas de prosseguirem com a compra se não quiserem comprar os produtos complementares. Sendo assim, vale a pena repassar alguns pontos para aplicar o order bump. 

  • O primeiro passo é checar se o seu provedor de e-commerce oferece essa funcionalidade; 
  • Depois, você deve escolher os produtos e serviços para oferecer como order bump: lembre-se que eles devem ter preços atraentes e ser complementares ao produto principal; 
  • É importante testar diferentes posições no fluxo de compra para ver qual funciona melhor no order bump – por exemplo, entender se o carrinho de compras ou a página de pagamento performa melhor.
  • Tomando cuidado com o seu caixa, é interessante fazer ofertas especiais, descontos e benefícios para fidelizar o cliente que já está comprando algo. 
  • Use e abuse de imagens e textos atrativos para destacar o produto complementar que você está oferecendo. 
  • Também vale a pena fazer testes A/B para ver quais ofertas de produtos complementares fazem mais sucesso, a fim de identificar quais são boas ideias e quais devem ser descartadas.

Ao final, vale ainda lembrar de um último ponto: a ideia do order bump é aumentar suas vendas sem afetar negativamente a experiência de quem compra. Portanto, tome cuidado para não encher a paciência do cliente com múltiplas ofertas nem descontos irrisórios. 

Se feito de forma inteligente, o order bump pode ser uma estratégia poderosa para aumentar sua receita, então considere todas as possibilidades para utilizá-la.

Loggi
A equipe de redação do blog Loggi é um time dinâmico que explora os meandros da logística, e-commerce e gestão. Com habilidades diversas, cada escritor contribui para contar histórias envolventes sobre transporte, inovação e estratégias empresariais. Juntos, compartilhamos a visão da Loggi de transformar a experiência logística no Brasil.
Compartilhar: