Início / E-commerce

Estoque parado: como evitar prejuízos no seu e-commerce

Estoque parado: como evitar prejuízos no seu e-commerce

Quando os produtos ficam parados no estoque do comércio online, é como se o dinheiro estivesse congelado. Afinal, o dinheiro investido neles não está gerando lucro e os produtos ocupam espaço nos armazéns, que também custa caro — e se eles não forem vendidos rapidamente, podem se tornar obsoletos e perder o valor. 

Essa falta de movimentação é péssima para a gestão de pequenas empresas, refletindo perdas financeiras e menos dinheiro para investir em coisas importantes — como melhorar o site ou fazer propaganda. 

Por isso, é fundamental controlar o estoque parado para garantir que o negócio cresça e se torne bem-sucedido. Vamos aprender como melhorar a gestão do estoque parado? Então, continue com a gente.

Como funciona o estoque de um e-commerce?

O estoque de um e-commerce pode assumir várias formas, dependendo da estratégia de operação da empresa. 

  • Estoque físico: é o modelo tradicional, onde a empresa mantém os produtos em seu próprio armazém ou centro de distribuição. Isso dá mais controle sobre o estoque, mas também requer espaço e investimento logístico;
  • Estoque compartilhado: neste modelo, diferentes lojas ou vendedores compartilham o mesmo estoque. Isso permite uma maior variedade de produtos sem a necessidade de investimento em estoque próprio;
  • Estoque descentralizado: aqui, a empresa mantém estoques em diversos locais geográficos, o que agiliza a entrega aos clientes e reduz os custos de frete;
  • Dropshipping: neste modelo, o e-commerce não mantém um estoque físico. Em vez disso, quando um cliente faz um pedido, o produto é enviado diretamente pelo fornecedor. Isso reduz o investimento em estoque, mas pode comprometer o controle de qualidade e os prazos de entrega;
  • Cross docking: envolve receber produtos de fornecedores e enviá-los diretamente para os clientes, sem armazenamento intermediário. Isso reduz o tempo de entrega, mas exige uma logística eficiente;
  • Estoque consignado: neste caso, o fornecedor mantém a propriedade dos produtos até que sejam vendidos. Isso reduz o risco financeiro para o e-commerce, que só paga pelos produtos após a venda.

Lembrando que cada tipo de estoque tem suas vantagens e desvantagens. Por isso, a escolha depende das necessidades e estratégias do negócio.

O que pode causar um estoque parado?

O estoque parado pode ser causado por diversos fatores.  Conheça os principais.

  • Excesso de otimismo na previsão de vendas online: faz com que as empresas comprem mais mercadorias do que a demanda real;
  • Falhas na gestão de inventário: não acompanhar de perto quais produtos estão saindo com frequência e quais estão encalhados;
  • Sazonalidade: quando os produtos comprados para uma época específica não são vendidos e acabam ocupando espaço por um longo período;
  • Mudanças repentinas nos gostos e preferências dos consumidores: as alterações de compra também podem deixar produtos obsoletos;
  • Problemas logísticos: situações como atrasos na entrega de fornecedores ou problemas na cadeia de suprimentos também podem causar acúmulo de produtos nos estoques;
  • Promoções mal planejadas: propagandas que não geram o interesse esperado dos clientes podem deixar produtos parados nas prateleiras virtuais. 

Como evitar o estoque parado?

Para evitar esse problema é essencial realizar uma análise criteriosa da demanda, utilizando dados históricos de vendas e tendências de mercado para fazer previsões precisas. Isso ajuda a evitar a compra excessiva de produtos que podem ficar parados.

Além disso, é importante diversificar o mix de produtos, oferecendo uma variedade que atenda aos diferentes perfis de clientes e sazonalidades do mercado. Promoções bem planejadas e estratégias de marketing podem impulsionar as vendas e evitar o acúmulo de estoque.

Outra estratégia eficaz é implementar sistemas de gestão de estoque automatizados. Já que permitem o controle de estoque com um monitoramento em tempo real dos níveis de estoque e uma reposição mais precisa e ágil.

A adoção de práticas de eficiência logística, como o uso de fornecedores confiáveis e parcerias com empresas de transporte ágeis e confiáveis, também é fundamental para garantir que os produtos cheguem aos clientes no prazo e evitem o estoque parado.

Por fim, manter uma comunicação aberta com os fornecedores e acompanhar de perto as tendências do mercado são medidas adicionais que podem ajudar a evitar o estoque parado, garantindo a saúde financeira e operacional do negócio.

3 estratégias para girar seu estoque parado

Que tal aprender algumas dicas para movimentar o estoque? Vem com a gente para descobrir como vender os produtos que estão há tempos na prateleira.

1. Invista em campanhas de marketing direcionadas

Crie campanhas de marketing focadas no produto parado, segmentando anúncios para o público-alvo relevante. Também faça uma análise de vendas, conferindo o histórico para identificar clientes interessados e ofereça o produto a eles. 

Além disso, utilize estratégias de remarketing para alcançar clientes que demonstraram interesse anteriormente. 

2. Faça promoções e descontos

Ofereça descontos e promoções para liquidar produtos parados no estoque. Promoções como “pague 1 e leve 2”, “50% off” ou “frete grátis” são sempre bem atrativas para o público. E se for possível, considere a estratégia de oferecê-los como brindes para compras acima de um determinado valor. 

3. Explore estratégias de cross-selling e upselling

O cross-selling e o upselling são estratégias de vendas que visam aumentar o valor da compra do cliente. No cross-selling, sugerem-se produtos complementares ao que o cliente já está comprando, enquanto no upselling, oferece-se um produto de maior valor ou com mais recursos. 

Ambas as estratégias buscam maximizar o valor da transação e melhorar a experiência do cliente.

Agora que você já sabe como trabalhar seu estoque, que tal montar uma estratégia de ação? E quando chegar a hora de fazer um envio, seja local ou para qualquer lugar do Brasil, a gente está aqui para garantir a entrega.  

Loggi
A equipe de redação do blog Loggi é um time dinâmico que explora os meandros da logística, e-commerce e gestão. Com habilidades diversas, cada escritor contribui para contar histórias envolventes sobre transporte, inovação e estratégias empresariais. Juntos, compartilhamos a visão da Loggi de transformar a experiência logística no Brasil.
Compartilhar: